Quem sou eu

Minha foto

Olá! Sou professora de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação de Campinas e trabalho com inclusão escolar na rede regular de ensino, desde 2003. Atualmente atuo na Sala de Recursos Multifuncionais, fazendo o Atendimento Educacional Especializado para crianças com deficiência, TGD e altas habilidades no contra turno da escola regular. Sou casada, tenho dois filhos pequenos (meus ruivinhos lindinhos) e um cachorro fofo. Nossa família é cristã e sempre se reúne para orar, ler a Bíblia e fazer estudos bíblicos com as pessoas. Gosto muito de ler, cantar, tocar violão, meia lua. Também escrevo livros infantis e gosto muito desse trabalho. Tenho quatro livros publicados pela Editora Árvore da Vida,  artigos sobre educação e um livro digital publicado pela Saraiva: Josias - pé na cidade, coração no rio. Outros livros estão em andamento! Possuo quatro blogs:

Espero que você goste! Boa leitura!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Proposta para o livro: Eu e você por toda a vida. Marcia C. Villela



Eu e você por toda a vida.
Ed. Árvore da  Vida.

Para adquirir, clique no link:

 Projeto para crianças de 7 a 11 anos
Proposta elaborada por Aline Caetano Begossi.

É um livro poético, que mostra o quanto a Bíblia é um livro que atende a todas as necessidades do ser humano, em qualquer fase da sua vida.
1.       Trabalhar a importância da Bíblia.
Pedir que eles tragam a sua para a salinha.
Aprender os livros da Bíblia – Usar a canção que mostra a sequência da bíblia.
Trabalhar o ponto central da Bíblia.
Trabalhar como a Bíblia começa e como termina. “O Livro Conhecendo a Bíblia” pode ajudar o irmão que está servindo a organizar-se para dar essa aula, procurando sempre extrair o principal ou essencial para as crianças.

2    Pedir que eles identifiquem de quais histórias o livro está falando. Fazer uma lista grande dessas histórias numa cartolina, juntamente com as crianças. Trabalhar as histórias retratadas no livro: árvore da vida, a arca de Noé, o mar vermelho,...

3.       Fazer uma roda de conversa com as crianças e perguntar para as mesmas quais histórias eles mais gostam. Pedir que cada um faça um desenho que represente essa história e explique o porquê da escolha.

4.       Aproveitar para trabalhar com as crianças as fases da vida do homem:
Eles poderão recortar imagens de pessoas em diferentes fases da vida, separá-las e colocá-las num painel.  Você poderá escolher para trabalhar com eles, uma personalidade da Bíblia para cada idade... por exemplo:
Bebê – Moisés.
Criança – Josias rei aos oito anos
Jovem – Davi, Daniel...
Adulto – Pedro, Paulo, Jesus
Velhice – João na maturidade, Moisés,  Abraaão...
Ou poderá escolher um personagem, como Moisés ou Daniel e mostrá-lo nas diferentes fases da sua vida com o Senhor.
A infância:
Trabalhar as necessidades de um bebê e como o Senhor pode suprir-lhes nessa fase. O que a Bíblia fala sobre os bebês? Quais as histórias de bebês na bíblia? Nascimento de Jesus, Moisés...
Sobre as crianças:
Quais as necessidades das crianças? Comer, vestir, morar, ter uma família, ir a escola. Como o Senhor pode suprir as crianças. Aproveitar para trabalhar com a música A Deus dou graças. Coleção Vida em Crescimento, faixa 8. Como uma criança pode servir ao Senhor?
Da juventude:
Quais as necessidades de um jovem? O que os jovens gostam de fazer, vestir? Quais as características dessa idade? Como um adolescente pode servir ao Senhor? Pedir que de lição de casa, eles conversem com um jovem da igreja, para fazer uma entrevista com ele. Crie um roteiro de perguntas e escolha previamente os jovens a serem entrevistados.
Adultos:
Aproveitar para falar do Senhor, o que Ele quer de nós na maturidade.
Tratar o que os adultos fazem? Quais as suas responsabilidades? Seus interesses? Pedir que eles também entrevistem alguns irmãos para saber sobre a suas experiências com o Senhor.Quais histórias da Bíblia eles gostam, como se converteram, como servem ao Senhor, quais as suas responsabilidades? Etc....
O mesmo pode ser feito com relação à terceira idade. Quais os interesses? Quais as experiências? Quais as características dessa fase? As dificuldades? Como podem servir ao Senhor? Quais histórias eles mais gostam na Bíblia. Trazer um irmão mais velho e que tenha disposição para a salinha, para contar suas histórias. De preferência um irmão que ainda esteja servindo e que tenha muitos anos de experiência com o Senhor. Conversar muito com as crianças sobre o respeito e a reverência que eles devem ter com os mais velhos e elencar com eles, ante dessa visita, o que eles gostariam de perguntar ao irmão.
As entrevistas serão uma ótima maneira das crianças conhecerem e se aproximarem dos irmãos.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Propostas de atividade para o livro: POR UM BURACO NO TETO e outras histórias.



Editora Árvore da Vida.
Propostas de atividades elaboradas por Aline Caetano Begossi.    

Esse livro é completo, pois traz oito histórias bíblicas sobre Jesus que incluem:
  1. A história bíblica.
  2. Uma história fictícia que faz a ponte entre a vida das crianças, experiências práticas e os fatos bíblicos.
  3. Uma curiosidade relacionada à época de Jesus. Seção: “Sabe de uma coisa?”
  4. Uma canção para as crianças aprenderem, do Cd Fruto da Vida.
  5. Uma mensagem para as crianças refletirem. Seção: “Pense bem...”
  6. Histórias de alguns “Heróis da Fé”. Seção: “Aconteceu com.”
Cada história pode ser programada para ser utilizada com crianças de 9 a 11 anos no período de um mês. Portanto, haveria atividade para oito meses.

Cada mês poderia ser organizado da seguinte forma.

1º final de semana:

  • Contar a história da Bíblia. Tem histórias que já possuem o texto bíblico numa linguagem mais fácil, mas outros começam com a historinha fictícia, como por exemplo, o texto “Que Terra boa”. Então, nesses casos pode-se começar com o texto bíblico na primeira semana, usando a bíblia mesmo ou inverter: faz na primeira semana a história do Rafael e da Ana e na segunda semana a leitura do texto na Bíblia.
  • Trabalhar com eles o sentido e objetivo dessa história, que está contido no próprio livro, logo no início. 
  • Enfatizar o encargo proposto logo abaixo do título. Pode ser feito um cartaz para ser fixado na parede e lido, com entusiasmo, durante todo o tempo de trabalho com essa história, até que as crianças memorizem.
Na primeira história, por um buraco no teto, o encargo é:

Desistir? Não, nunca, jamais!
Que podemos fazer, então?
Tentar uma vez mais:
Que tal entrar pelo teto?

  • Como proposta de atividade sugerimos representar com o grupo, em forma de teatro improvisado, a história contada.  Se houver muitas crianças, dividir o grupo em dois, de forma que um grupo apresenta e o outro assiste, trocando depois. Eles podem também escrever um pequeno texto daquilo que entenderam da história, para entregar para algum amigo que não conheça o Senhor, como forma de pregação do evangelho.
2º final de semana:

  • Trabalhar a história fictícia, que trata situações da vida real, relacionando com a história de Jesus do final de semana anterior.
  • Como atividade, podemos dividir uma folha de sulfite em seis partes e pedir que eles reproduzam a história contada em formato de história em quadrinhos, a serem expostas na salinha das crianças.
3º final de semana:

  • Aprender o hino, caso a história traga um, usando o Cd Fruto da Vida. O irmão que souber tocar violão, poderá trazê-lo para tocar com as crianças.
  • Trabalhar com a seção “Sabe de uma coisa”, resgatando e relacionando com as histórias das semanas. Nesse dia, pode-se aproveitar para fazer trabalhos manuais.               Como proposta temos:
1.       “Por um buraco no teto.”: Trabalhar com argila, pois na história por um buraco no teto diz que as casa tinham uma forte camada de argila no telhado.

2.       “Segue-Me.”: Pesquisar moedas de épocas diferentes, para trazer para o grupo. Existem moedas de chocolate, que podem ser usadas para fazer uma caça ao tesouro, onde o irmão esconde as moedas de chocolate e as crianças têm que achá-las na sala de aula. Quem achar mais, reparte com quem achou menos, para equilibrar a quantidade entre as crianças. Se houver alguma criança alérgica, trazer outra opção de tesouro.

3.       “De água até a boca.”: Trazer revistas de noiva e montar um grande painel coletivo, tentando reproduzir uma festa de casamento da época de Jesus.

4.       “Meio dia.”: Trabalhar com a água fazendo uma maquete de isopor dos mananciais, das fontes e dos ribeiros. Pode-se trazer uma pequena bomba de água, dessa usadas em fontes pequenas, para montar a maquete. Enfatizar com eles o papel do Pai, do Filho e do Espírito.

5.       “Que terra boa!”: Combinar (um final de semana antes) que cada criança trará um saco de 500 g. de alguma semente seca (milho, arroz, feijão, lentilha, café...) para montar um mosaico de sementes numa grande folha de papel pardo. Escolher uma figura grande,como um coração, (pois é nele que a semente deve ser plantada) e usar as sementes para preencher todo o coração. Se houver muitas crianças, essas podem ser divididas em grupos para que cada grupo faça seu coração gigante, mas deve haver semente suficiente para se fazer mais de um coração. As sementes serão coladas com cola branca (escolar).

6.       “A casa que não caiu.”: Construir uma casa de palitos de sorvete e colocá-las sobre uma pedra, (fabricada com argila mesmo), para que eles levem para casa.

7.       “Que fazer?”: Pedir (uma semana antes da aula) que eles pesquisem na internet sobre a lepra e tragam para a discussão em roda na sala. Depois monte um cartaz com as informações trazidas e explique para eles o significado espiritual da lepra.

8.       " Está faltando alguém": Confeccionar uma ovelha usando caixa de leite, ou qualquer outra caixa limpa, algodão, palito de sorvete para fazer os pés e um círculo de cartolina para fazer o rosto a ser desenhado com canetinha. Já fiz postagens nesse blog explicando como fazer fantoches.

4º final de semana:

  • Apresentar a seção “Aconteceu com”.
  • Pedir que eles desenhem e escrevam a sua história “Aconteceu comigo” contando uma pequena experiência deles com o Senhor. Essa história deverá ser apresentada para o grupo depois.
  • Finalizar com o texto “Pense bem”, dando o texto para que eles levem como reflexão para casa, a fim de compartilharem com a família.
Caso a história não tiver a seção “Aconteceu com.”, ou qualquer outra seção, é só reorganizar a lição em quatro semanas. Por exemplo: Aproveite para ensinar o hino na semana 4 e não na semana 3. Resgate nesse dia as histórias aprendidas, peça que eles escrevam o “Aconteceu comigo” da mesma maneira, para que eles relatem experiências deles, que tenham relação com a história ensinada. Enfatize o “Pense nisso”.
Na história “Meio dia”, por exemplo, não há o item “Aconteceu com”, mas há a seção “A TUA PALAVRA É A VERDADE - AS PARTES DO HOMEM”, que pode ser usada na semana 4. Nessa lição, por exemplo, pode ser feito um grande desenho do homem tripartido, numa folha de papel pardo. Como proposta para essa história temos:

·         Ler o poema Três do livro: “Eu conto com Deus” e fazer com que cada criança faça o seu homem tripartido.
·         Atividade: uma criança deita na folha de papel pardo no chão, a outra faz o contorno do corpo dela, depois troca. Então, cada criança recorta o seu boneco e faz dentro dele a representação das três partes: corpo, alma e espírito. Como lição de casa, as crianças levam o seu boneco para explicar para a família o que é o homem tripartido. 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Proposta de atividade para o livro: Zeca Juca e a Videira - Autora Márcia Coivo Villela. Editora Árvore da Vida..



Propostas elaboradas por Aline C. Begossi.

  • Ler o livro com as crianças.

Assuntos a serem abordados:

1-      A criação de Deus: as plantas.

  • Explorar que existem árvores altas e árvores rasteiras, acessíveis e não acessíveis. Fazer uma pesquisa sobre as árvores, seus tipos, flores e frutos. Enfatizar o fato de o Senhor ser tão acessível para nós.
  • Mostrar Gênesis, enfatizando a ordem de Deus ao criar o mundo e o dia em que as plantas foram criadas, bem como a importância delas. Falar qual a importância das plantas para a nossa vida, porque o Senhor as criou,
  • Abordar sobre a respiração e a fotossíntese, sempre aproveitando para relacionar com assuntos espirituais, como por exemplo, falar que o Senhor é tão importante quanto o ar que respiramos. Fazer experimentos para mostrar a existência do ar e mostrar que assim como não vemos o Senhor, ele habita em nós e é fundamental para as nossas vidas. Sugerimos as brincadeiras: 
Atividade 4 Barriga Balão: 
http://atividadesjogosebrincadeirascristas.blogspot.com.br/2012/05/atividades-musicais-para-criancas.html
Experiências sobre a existência do ar:
http://www.feiradeciencias.com.br/sala02/02_PC_01.asp

  • Plantar uma planta com eles e pedir que eles cuidem, dando para cada um uma folha com um calendário para que eles marquem o progresso da plantinha em casa. Pode até ser um pé de feijão plantado primeiro no algodão e depois na terra. Conversar com eles sobre a importância dos cuidados com a planta e comparar isso com a vida do Senhor em nós.  Marcar um dia para trazer a planta para reunião.


2-      Comunicação: como conversar com Deus e ser amigo Dele.

  • Trabalhar com as crianças a maneira de se comunicar com Deus, através da oração, da leitura da palavra, do louvor. Falar da importância da boa comunicação, 


  • Fazer bilhetes uns para os outros falando de Jesus.
  • Brincadeiras com o tema.Criar um telefone com latinhas de massa de tomate e um fio,


Telefone Com Fio:
MATERIAL
1. Dois copos descartáveis ou latinhas de molho de tomate.
2. Barbante
3. Dois clipes
4. Lápis
COMO FAZER
1. Faça um furo com o lápis no fundo do copo, ou com prego no fundo da lata.
2. Passe a ponta do barbante pelo fundo do copo e, na seqüência, amarre o clipe na ponta do barbante que está dentro do copo.
3. Repita todo o procedimento na outra ponta do barbante.
4. Chame um amigo, peça para ele colocar um dos copos no ouvido e depois estique o barbante e comece a falar do outro lado.
O QUE ACONTECE
Sua voz passa pelo barbante, dando para falar como se fosse um telefone.
POR QUE ACONTECE?
Porque quando falamos o ar vibra, fazendo o fundo do copo também vibrar. Essas vibrações são transmitidas pelo barbante até chegar no fundo do outro copo, que provoca uma vibração do ar ao seu redor, isso produz o som que escutamos. Para transmitir essas vibrações o barbante precisa ficar bem esticado. 
Telefone sem fio:
Como brincar de Telefone sem fio - atividade 34 da postagem: 
  • Escrever cartas e mandar pelo correio (algo que as crianças gostam muito e esperam com alegria). Pedir que elas escrevam e ou desenhem algo que gostaram durante a palavra naquele dia. Colocar os desenhos nos envelopes com selo e endereço. As próprias crianças podem fazer essa tarefa. O irmão que está servindo fica encarregado de colocar as cartas numa caixinha do correio.


3 - O cuidar de algo ou de alguém.

  • Conversar sobre os animais de estimação e os cuidados que eles precisam ter. Fazer um mural com os animais de estimação que cada um tem e o que eles precisam fazer para cuidar deles. 
  • Aproveitar para trabalhar o tema cuidar e ter responsabilidades sobre algo ou alguém. Falar do cuidado que o Senhor tem conosco e que nós devemos ter uns com os outros.
  • Abordar as pequenas responsabilidades que eles já têm, mesmo sendo crianças e a importância delas. Aqui podemos usar a canção 8 do CD Vida em Crescimento, que acompanha a coleção. (Ed. Árvore da Vida). Segue a ilustração ao lado.

8 - A Deus dou Graças

                                                       (CD Vida em Crescimento)

Meus brinquedos — diversão!

Roupas, tênis, violão,

bicho de estimação,

casa, família, pai, mãe, irmãos.

Pão, manteiga, arroz-feijão,

livro, escola, instrução.

Se muito tenho ou se não,

a Deus dou graças de coração!


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Como organizamos o serviço de crianças aqui em Campinas

Nessa postagem vou mostrar como organizamos o serviço de crianças aqui em Campinas.
Bom, antes de tudo, preciso explicar que temos serviço sexta, sábado e domingo. Sexta no local 1, sábado nas casas de reuniões espalhadas em 7 bairros de Campinas e domingo novamente na casa 1.

Montamos uma escala geral, que é essa abaixo:

Quadro Geral do serviço de crianças: julho a dezembro              de 2012.







Cada irmão que serve recebeu uma escala dessas por e-mail e impressa no início de julho.
Além disso, toda terça feira anterior ao dia em que o irmão irá servir, nós mandamos em e-mail ou recado no facebook para os irmãos que irão servir no final de semana, a fim de lembrá-los do serviço. Isso tem funcionado bem. Mandamos as lições por e-mail também. Quem não tem e-mail, recebe a lição em mãos. Cada lição vem com a história, proposta de atividade e proposta de brincadeira.
Costumamos mandar e-mails assim:

Exemplo de e-mail relembrando o serviço:


"Amados,
Estão escalados para o serviço,

Sexta feira,26/10 casa 1, Aline Begossi. Porém não posso servir ainda e não vamos estar por causa da vida saudável. Deiviton, vc ficaria para mim? Passo por email depois.
Sábado,27/10 casa 5, Bom Depósito 4 lç 73 Klaas e Fátima, passo depois por e-mail.

Domingo, casa 1, 28/10 
  • Berçário: Valdirene, Dri Onaga e Flávia. Re e Lívia, vcs podem avisar a Valdirene?
  • 3 a 6 Josidelma e Manoel  Pegar a lição com a Sulaine.
  • 7 a 9 José e Delma, troca com Kadú.
  • 10 a 11 Paula.

  
Amados, retornem esse e-mail com um ok. Caso vc não possa servir, troque com outro irmão da listagem e nos comunique.Não esqueçam de desligar os ventiladores e aparelhos de som logo após o término do serviço.
Que o Senhor nos abençoe no serviço e abençoe ricamente a cada um de vcs!
Jesus é o nosso Senhor!
Na comunhão,
Aline Begossi"

Coordenação:

Existe um grupo de irmãos coordenando cada faixa etária e dia do serviço. Cada coordenador é responsável por entregar a lição para os irmãos, uma semana antes do  dia do serviço.
De domingo, onde o serviço costuma ser maior por causa da reunião de Partir do Pão, as crianças são divididas da seguinte maneira:
  • berçário
  •  3 a 6
  •  7 a 9
  • 10 a 11. 
Além da coordenação da sexta feira e de sábado nos diferentes locais.
Na casa um temos 4 salas de serviço de crianças e uma sala multi disciplinar. Essa sala é especial, pois as paredes são pintadas com desenhos muito bonitos. Essa sala possui livros, TV e DVD, instrumentos musicais,  fantasias, fantoches e um espaço para teatro. Segue abaixo as fotos dessa sala.















Serviço de Sexta:
  • Na sexta à noite, casa 1, temos um único serviço de crianças de 3 a 11 anos. O berçário fica por conta das mães, pois são pouquíssimas crianças.
  • Mandamos a lição da seguinte maneira:

Amém irmãos!
Cronograma do serviço:

De sexta feira - sala multi disciplinar. 

1-Roda de conversa - cada um fala sobre algo da semana.
2-Oração. Todos precisam orar, um a um.
3-Filme (histórias bíblicas da Ciranda Cultural, são excelentes!). Passar o DVD com a história do Filho Pródigo. Sugiro apagar a luz e sentar com as crianças num semi círculo no tapete, usando as almofadas, criando um ambiente propício para que elas sosseguem. Não deixe as crianças conversarem ou andarem durante o filme.
4- Conversa sobre o que entendeu, o que não entendeu e o que mais gostou da história. Em roda, cada um fala na sua vez. Você pode perguntar se alguém quer responder as perguntas e dúvidas que forem levantadas. Se não houver candidatos, você mesmo responderá as dúvidas.
5- Atividade Musical 
6- Brincadeira


Atividade Musical:

O caminho sonoro 
Material: 
instrumentos musicais e uma venda para os olhos.

            O desenvolvimento auditivo e a exploração do fenômeno sonoro são os dois eixos básicos do trabalho de Percepção Sonora.
Separe vários instrumentos que tiver à sua disposição: estão todos na estante da sala. Coloque as crianças numa roda e vá passando cada instrumento escolhido, um por vez pedindo às crianças que façam um som com aquele material. Aproveite cada som feito e faça a análise. Depois da exploração sonora, junto com as crianças, escolher o som que foi mais interessante.  Tirar uma criança da sala, distribuir novamente os objetos espalhando os componentes pela sala. Cobrir os olhos da criança que está fora da sala e guiando-a faça um caminho pela sala, sendo que cada vez que vocês passarem por uma criança esta tem que tocar o seu instrumento. A criança com os olhos vendados tem como missão identificar o som escolhido anteriormente pela classe.
O que desenvolvemos com esta atividade?
Concentração – Orientação Espacial pelo Som – Memória Auditiva – Discriminação de vários Timbres – Imaginação Sonora.

Brincadeira:

ELEFANTE COLORIDO
Material: Nenhum.   
Como brincar:
Esta é uma brincadeira bem simples. Alguém começa gritando a frase:
-Elefante colorido!
E o restante do grupo responde:
-Que cor?
O primeiro diz uma cor qualquer:
-Azul!
 Então começa uma espécie de pega-pega, onde todos devem fugir do pegador, tentado alcançar qualquer objeto que possua a cor mencionada, pois esse será o “pique”. Enquanto isso, a criança que começou a brincadeira tenta pegar uma criança que não está com a mão na cor indicada, no caso, o azul. Se conseguir, a criança pega irá “reger” a próxima partida.


Serviço de Sábado:


No sábado, cada casa de reunião é responsável pelo seu serviço de crianças. Na casa cinco, onde me reúno, temos uma média de 15 crianças de 2 a 11 anos, que ficam todas juntas. Procuramos atender todas essas faixas.Segue um exemplo de e-mail mandado para os irmãos com o serviço desse dia:

Amados, 
Amém!

Segue a lição, Bom Depósito 3, lição 73, Elias. Enfatizar o quanto Deus cuidou de Elias enquanto os profetas eram perseguidos por Jezabel. Eles já ouviram a história de Jezabel e Acabe, não precisa enfatizar tanto os dois, mas mostrar mais a história de Elias, que ele não temeu falar o que tinha para dizer, e que Deus cuidou dele, com a viúva, os corvos...
Sugiro, 

  1. Roda de conversa sobre a semana: é bom porque eles vão contando o que fizeram e tira a ansiedade deles de falar.
  2. Oração - todos devem ser incentivados a orar
  3. Contar a história - pode usar a bíblia infantil que temos na sala.
  4. Atividade - coloquei três no anexo como sugestão. Tem uma mais simples que é para os pequenos, uma intermediária para os de seis a sete anos e uma difícil, para os de 8 a 11.
  5. Atividade musical - brincadeira que está no anexo
  6. Arrumar a sala para sair - todas as crianças devem ajudar nessa tarefa importante
  7. Lanche.

Mandamos para os irmãos os anexos da lição do Bom Depósito.


Esse é o volume quatro do livro do Bom Depósito. Ele é um livro que prepara o professor e não para ser aplicado diretamente com as crianças. Contém propostas de lições que ensinam a Bíblia na sequência, brincadeiras, atividades musicais e cds com  canções relativas as histórias.

 Anexo da lição.



















Anexo das atividades:

Como temos crianças de 3 a 11, colocamos em alguns momentos atividades diferenciadas, atendendo a cada faixa etária e em outros momentos oferecemos às crianças a mesma atividades, mas fazemos exigências diferentes para cada grupo de idade.
Segue três exemplos de atividades, que utilizamos desse livro:


Caderno de atividades. Sociedade Bíblica do Brasil.
Farei uma postagem posterior com bons materiais, com propostas de atividades. Abaixo postarei  um dos exemplos de atividades desse livro.







Atividade fácil, para os de 3 a 6



Proposta do domingo:

  • Berçário: depois farei uma postagem só para o berçário.


  • 3 a 6:
Mandamos um e-mail para os irmãos com as histórias simplificadas pela irmã Luciana Saldini e com proposta de como contar e de atividade. Segue um exemplo de e-mail.



Amados,
Segue a lição, a proposta de como contar e  a sugestão de atividade.
                                            
JESUS ACALMA A TEMPESTADE
                                                    (Mc 4:35-41; Mt 8: 23-27; Lc 8: 22-25)

Jesus tinha acabado de terminar um longo dia em que esteve ensinando as pessoas sobre Deus. No final do dia, todos os discípulos entraram no barco.
Jesus disse: “Vamos atravessar para o outro lado.”
Assim partiram da praia para atravessar o Mar da Galiléia.
Um pouco depois, um vento forte começou a soprar. As ondas estavam ficando altas também. As ondas ficaram tão grandes que começou a entrar água no barco. Estavam afundando!
Jesus estava dormindo na popa do barco. Os discípulos foram acordá-lo.
Disse os discípulos: “O Senhor não se importa que morramos?”
Jesus se levantou. Olhou para fora do barco e disse: “Acalme-se, fique quieto!” Tão logo falou essas palavras, o vento parou de soprar e as ondas se acalmaram.
Jesus disse: “Por que vocês estão com medo? Como é que vocês não têm fé?”
Então ficaram mais amedrontados ainda e disseram um para o outro: “Quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?
Continuaram navegando até alcançar o outro lado do mar.



                                             Jesus acalma a tempestade 28/10/12

Utilizar os fantoches para contar história. Sugestão: Utilizar folhas das árvores para fazer de personagens e contar a história ou utilizar os fantoches para contar história.
Objetivo do trabalho: Jesus está sobre o controle de nossas vidas. Ele cuida de todas as coisas. Seu poder está em todas as coisas da Terra.
Atividade: Desenhar sobre a história com giz de lousa molhado na água com cola na folha colorida de cartolina. (recortada em quadrado)
ou
Atividade: Recortar um barco na lixa e depois colar na cartolina (recortada em quadrado). Pedir que as crianças desenhem os personagens nesta folha.

As vezes sugerimos brincadeiras como essa, proposta aqui no blog no link:


1- JESUS ACALMA A TEMPESTADE

Material:
Um lençol de casal (azul de preferência).
O desenho de um casco lateral do barco, feito no começo da brincadeira pelas próprias crianças, numa folha grande de papel kraft, ou em quatro cartolinas unidas em fileira por fita crepe.

Como brincar:

Conte a história de Lucas 8: 22-33 ou a de Mateus 14:22.
Escolha quatro crianças para segurarem o lençol. Um para ser o Senhor, outro para ser Pedro, e os demais, os discípulos. Todos os discípulos deverão ficar como que num barco, atrás do desenho do barco feito por eles, ao lado do lençol grande.
Comece narrando a história. As crianças que seguram o lençol começam a agitá-lo fortemente. Então eles veem a criança que interpreta Jesus vindo e gritam atemorizadas. Essa criança pisa sobre o lençol, que continua a ser agitado. Pedro pede para andar também e sai do barco em direção a Jesus, mas ele tem medo e começa a afundar, pedindo socorro. O Senhor o salva.
Pode-se interpretar Lucas 8:22. O barco está sobre o lençol, que vai sendo agitado. O Senhor dorme e eles gritam de medo. Então Jesus levanta-se e repreende as ondas e o vento. Nesse caso podemos também usa a música “Seguro em Suas mãos” do CD “Sou criança, sou feliz”, faixa 17. Ensine as crianças a cantarem a música.
Nos dois casos, o adulto que está coordenando a brincadeira deve incentivar as crianças a interpretarem o papel, como se estivessem na situação dos discípulos. Mudar a entonação da voz nos momentos mais importantes e ir narrando os acontecimentos para que eles consigam entrar na história.



  • 7 a 9:


Segue o e-mail do serviço da seguinte maneira:


 
Bom dia com o Senhor!!!
 
Amado
 
Você está escalada no serviço de crianças 7-9 anos  para este Domingo 2810.2012, estamos enviando em anexo :
 
   9:15hs às 10:30h:   

  Os dez servos e as dez minas Lc 19:11-27 (revisão)
 Dinâmica em grupo: Investimento

 
   10:31h às 11:00h convidamos  todos os irmãos que servem para fazer uso dos dois espaços que temos : a quadra e  a sala multidisciplinar /*sugestões de brincadeiras (ver blog ) *Quando terminar o serviço,  pedimos a  gentileza de guardar os materiais  e deixar limpo o espaço utilizado;
  Os irmãos escalados chegarem  mais cedo para organizar a sala e receber as crianças.
 
  Site do blog: 
 
*O Senhor nos escolheu  para sermos aperfeiçoados no seu amor com encargo, discernimento e sabedoria ;
 
Jesus é o nosso amado Senhor !!!
 
Na comunhão,

irmã Regina 
irmão Deiviton 

Anexo desse e-mail:

Os irmãos têm usado esse livro: 


Dinâmicas Criativas Para o Ensino Bíblico(Débora Ferreira da Costa) da Editora CPAD trás a  Palavra de Deus, o objetivo da palavra, um texto para leitura em grupo e dinâmicas inéditas para serem realizadas com o grupo. É específico para idade de 7-9 anos.



  • 10 a 11:

Agora estamos usando o livro:

Estrelas que brilham. Editora Árvore da Vida.
Dividimos o livro assim, para facilitar a leitura com as crianças:

Lição 1- Estar perto pg.14 e 15
Lição 2 - Palavra, Espírito e Vida pg. 15 a 18
Lição 3 - O Espírito da Realidade, o outro consolador pg. 18 a 23
Lição 4 - Alimento e Vida pg. 23 a 29
Lição 5 - Servo, testemunha e Mártir pg. 37 a 38
Lição 7 - Toda a Bíblia revela Cristo pg. 39 a 41
Lição 8 - Servo pg. 41 a 47
Lição 9 - Testemenha e Mártir. Pg 47 a 49
...

Mas já usamos o livro Crescer de modo Digno - Família e Viver de Modo Digno - 
Segue o link com a postagem que fiz, mostrando como usamos esse livro:


Amados, espero ter ajudado com essa postagem.
Na comunhão, 
Aline Caetano Begossi.