Quem sou eu

Minha foto

Olá! Sou professora de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação de Campinas e trabalho com inclusão escolar na rede regular de ensino, desde 2003. Atualmente atuo na Sala de Recursos Multifuncionais, fazendo o Atendimento Educacional Especializado para crianças com deficiência, TGD e altas habilidades no contra turno da escola regular. Sou casada, tenho dois filhos pequenos (meus ruivinhos lindinhos) e um cachorro fofo. Nossa família é cristã e sempre se reúne para orar, ler a Bíblia e fazer estudos bíblicos com as pessoas. Gosto muito de ler, cantar, tocar violão, meia lua. Também escrevo livros infantis e gosto muito desse trabalho. Tenho quatro livros publicados pela Editora Árvore da Vida,  artigos sobre educação e um livro digital publicado pela Saraiva: Josias - pé na cidade, coração no rio. Outros livros estão em andamento! Possuo quatro blogs:

Espero que você goste! Boa leitura!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Como organizamos o serviço de crianças aqui em Campinas

Nessa postagem vou mostrar como organizamos o serviço de crianças aqui em Campinas.
Bom, antes de tudo, preciso explicar que temos serviço sexta, sábado e domingo. Sexta no local 1, sábado nas casas de reuniões espalhadas em 7 bairros de Campinas e domingo novamente na casa 1.

Montamos uma escala geral, que é essa abaixo:

Quadro Geral do serviço de crianças: julho a dezembro              de 2012.







Cada irmão que serve recebeu uma escala dessas por e-mail e impressa no início de julho.
Além disso, toda terça feira anterior ao dia em que o irmão irá servir, nós mandamos em e-mail ou recado no facebook para os irmãos que irão servir no final de semana, a fim de lembrá-los do serviço. Isso tem funcionado bem. Mandamos as lições por e-mail também. Quem não tem e-mail, recebe a lição em mãos. Cada lição vem com a história, proposta de atividade e proposta de brincadeira.
Costumamos mandar e-mails assim:

Exemplo de e-mail relembrando o serviço:


"Amados,
Estão escalados para o serviço,

Sexta feira,26/10 casa 1, Aline Begossi. Porém não posso servir ainda e não vamos estar por causa da vida saudável. Deiviton, vc ficaria para mim? Passo por email depois.
Sábado,27/10 casa 5, Bom Depósito 4 lç 73 Klaas e Fátima, passo depois por e-mail.

Domingo, casa 1, 28/10 
  • Berçário: Valdirene, Dri Onaga e Flávia. Re e Lívia, vcs podem avisar a Valdirene?
  • 3 a 6 Josidelma e Manoel  Pegar a lição com a Sulaine.
  • 7 a 9 José e Delma, troca com Kadú.
  • 10 a 11 Paula.

  
Amados, retornem esse e-mail com um ok. Caso vc não possa servir, troque com outro irmão da listagem e nos comunique.Não esqueçam de desligar os ventiladores e aparelhos de som logo após o término do serviço.
Que o Senhor nos abençoe no serviço e abençoe ricamente a cada um de vcs!
Jesus é o nosso Senhor!
Na comunhão,
Aline Begossi"

Coordenação:

Existe um grupo de irmãos coordenando cada faixa etária e dia do serviço. Cada coordenador é responsável por entregar a lição para os irmãos, uma semana antes do  dia do serviço.
De domingo, onde o serviço costuma ser maior por causa da reunião de Partir do Pão, as crianças são divididas da seguinte maneira:
  • berçário
  •  3 a 6
  •  7 a 9
  • 10 a 11. 
Além da coordenação da sexta feira e de sábado nos diferentes locais.
Na casa um temos 4 salas de serviço de crianças e uma sala multi disciplinar. Essa sala é especial, pois as paredes são pintadas com desenhos muito bonitos. Essa sala possui livros, TV e DVD, instrumentos musicais,  fantasias, fantoches e um espaço para teatro. Segue abaixo as fotos dessa sala.















Serviço de Sexta:
  • Na sexta à noite, casa 1, temos um único serviço de crianças de 3 a 11 anos. O berçário fica por conta das mães, pois são pouquíssimas crianças.
  • Mandamos a lição da seguinte maneira:

Amém irmãos!
Cronograma do serviço:

De sexta feira - sala multi disciplinar. 

1-Roda de conversa - cada um fala sobre algo da semana.
2-Oração. Todos precisam orar, um a um.
3-Filme (histórias bíblicas da Ciranda Cultural, são excelentes!). Passar o DVD com a história do Filho Pródigo. Sugiro apagar a luz e sentar com as crianças num semi círculo no tapete, usando as almofadas, criando um ambiente propício para que elas sosseguem. Não deixe as crianças conversarem ou andarem durante o filme.
4- Conversa sobre o que entendeu, o que não entendeu e o que mais gostou da história. Em roda, cada um fala na sua vez. Você pode perguntar se alguém quer responder as perguntas e dúvidas que forem levantadas. Se não houver candidatos, você mesmo responderá as dúvidas.
5- Atividade Musical 
6- Brincadeira


Atividade Musical:

O caminho sonoro 
Material: 
instrumentos musicais e uma venda para os olhos.

            O desenvolvimento auditivo e a exploração do fenômeno sonoro são os dois eixos básicos do trabalho de Percepção Sonora.
Separe vários instrumentos que tiver à sua disposição: estão todos na estante da sala. Coloque as crianças numa roda e vá passando cada instrumento escolhido, um por vez pedindo às crianças que façam um som com aquele material. Aproveite cada som feito e faça a análise. Depois da exploração sonora, junto com as crianças, escolher o som que foi mais interessante.  Tirar uma criança da sala, distribuir novamente os objetos espalhando os componentes pela sala. Cobrir os olhos da criança que está fora da sala e guiando-a faça um caminho pela sala, sendo que cada vez que vocês passarem por uma criança esta tem que tocar o seu instrumento. A criança com os olhos vendados tem como missão identificar o som escolhido anteriormente pela classe.
O que desenvolvemos com esta atividade?
Concentração – Orientação Espacial pelo Som – Memória Auditiva – Discriminação de vários Timbres – Imaginação Sonora.

Brincadeira:

ELEFANTE COLORIDO
Material: Nenhum.   
Como brincar:
Esta é uma brincadeira bem simples. Alguém começa gritando a frase:
-Elefante colorido!
E o restante do grupo responde:
-Que cor?
O primeiro diz uma cor qualquer:
-Azul!
 Então começa uma espécie de pega-pega, onde todos devem fugir do pegador, tentado alcançar qualquer objeto que possua a cor mencionada, pois esse será o “pique”. Enquanto isso, a criança que começou a brincadeira tenta pegar uma criança que não está com a mão na cor indicada, no caso, o azul. Se conseguir, a criança pega irá “reger” a próxima partida.


Serviço de Sábado:


No sábado, cada casa de reunião é responsável pelo seu serviço de crianças. Na casa cinco, onde me reúno, temos uma média de 15 crianças de 2 a 11 anos, que ficam todas juntas. Procuramos atender todas essas faixas.Segue um exemplo de e-mail mandado para os irmãos com o serviço desse dia:

Amados, 
Amém!

Segue a lição, Bom Depósito 3, lição 73, Elias. Enfatizar o quanto Deus cuidou de Elias enquanto os profetas eram perseguidos por Jezabel. Eles já ouviram a história de Jezabel e Acabe, não precisa enfatizar tanto os dois, mas mostrar mais a história de Elias, que ele não temeu falar o que tinha para dizer, e que Deus cuidou dele, com a viúva, os corvos...
Sugiro, 

  1. Roda de conversa sobre a semana: é bom porque eles vão contando o que fizeram e tira a ansiedade deles de falar.
  2. Oração - todos devem ser incentivados a orar
  3. Contar a história - pode usar a bíblia infantil que temos na sala.
  4. Atividade - coloquei três no anexo como sugestão. Tem uma mais simples que é para os pequenos, uma intermediária para os de seis a sete anos e uma difícil, para os de 8 a 11.
  5. Atividade musical - brincadeira que está no anexo
  6. Arrumar a sala para sair - todas as crianças devem ajudar nessa tarefa importante
  7. Lanche.

Mandamos para os irmãos os anexos da lição do Bom Depósito.


Esse é o volume quatro do livro do Bom Depósito. Ele é um livro que prepara o professor e não para ser aplicado diretamente com as crianças. Contém propostas de lições que ensinam a Bíblia na sequência, brincadeiras, atividades musicais e cds com  canções relativas as histórias.

 Anexo da lição.



















Anexo das atividades:

Como temos crianças de 3 a 11, colocamos em alguns momentos atividades diferenciadas, atendendo a cada faixa etária e em outros momentos oferecemos às crianças a mesma atividades, mas fazemos exigências diferentes para cada grupo de idade.
Segue três exemplos de atividades, que utilizamos desse livro:


Caderno de atividades. Sociedade Bíblica do Brasil.
Farei uma postagem posterior com bons materiais, com propostas de atividades. Abaixo postarei  um dos exemplos de atividades desse livro.







Atividade fácil, para os de 3 a 6



Proposta do domingo:

  • Berçário: depois farei uma postagem só para o berçário.


  • 3 a 6:
Mandamos um e-mail para os irmãos com as histórias simplificadas pela irmã Luciana Saldini e com proposta de como contar e de atividade. Segue um exemplo de e-mail.



Amados,
Segue a lição, a proposta de como contar e  a sugestão de atividade.
                                            
JESUS ACALMA A TEMPESTADE
                                                    (Mc 4:35-41; Mt 8: 23-27; Lc 8: 22-25)

Jesus tinha acabado de terminar um longo dia em que esteve ensinando as pessoas sobre Deus. No final do dia, todos os discípulos entraram no barco.
Jesus disse: “Vamos atravessar para o outro lado.”
Assim partiram da praia para atravessar o Mar da Galiléia.
Um pouco depois, um vento forte começou a soprar. As ondas estavam ficando altas também. As ondas ficaram tão grandes que começou a entrar água no barco. Estavam afundando!
Jesus estava dormindo na popa do barco. Os discípulos foram acordá-lo.
Disse os discípulos: “O Senhor não se importa que morramos?”
Jesus se levantou. Olhou para fora do barco e disse: “Acalme-se, fique quieto!” Tão logo falou essas palavras, o vento parou de soprar e as ondas se acalmaram.
Jesus disse: “Por que vocês estão com medo? Como é que vocês não têm fé?”
Então ficaram mais amedrontados ainda e disseram um para o outro: “Quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?
Continuaram navegando até alcançar o outro lado do mar.



                                             Jesus acalma a tempestade 28/10/12

Utilizar os fantoches para contar história. Sugestão: Utilizar folhas das árvores para fazer de personagens e contar a história ou utilizar os fantoches para contar história.
Objetivo do trabalho: Jesus está sobre o controle de nossas vidas. Ele cuida de todas as coisas. Seu poder está em todas as coisas da Terra.
Atividade: Desenhar sobre a história com giz de lousa molhado na água com cola na folha colorida de cartolina. (recortada em quadrado)
ou
Atividade: Recortar um barco na lixa e depois colar na cartolina (recortada em quadrado). Pedir que as crianças desenhem os personagens nesta folha.

As vezes sugerimos brincadeiras como essa, proposta aqui no blog no link:


1- JESUS ACALMA A TEMPESTADE

Material:
Um lençol de casal (azul de preferência).
O desenho de um casco lateral do barco, feito no começo da brincadeira pelas próprias crianças, numa folha grande de papel kraft, ou em quatro cartolinas unidas em fileira por fita crepe.

Como brincar:

Conte a história de Lucas 8: 22-33 ou a de Mateus 14:22.
Escolha quatro crianças para segurarem o lençol. Um para ser o Senhor, outro para ser Pedro, e os demais, os discípulos. Todos os discípulos deverão ficar como que num barco, atrás do desenho do barco feito por eles, ao lado do lençol grande.
Comece narrando a história. As crianças que seguram o lençol começam a agitá-lo fortemente. Então eles veem a criança que interpreta Jesus vindo e gritam atemorizadas. Essa criança pisa sobre o lençol, que continua a ser agitado. Pedro pede para andar também e sai do barco em direção a Jesus, mas ele tem medo e começa a afundar, pedindo socorro. O Senhor o salva.
Pode-se interpretar Lucas 8:22. O barco está sobre o lençol, que vai sendo agitado. O Senhor dorme e eles gritam de medo. Então Jesus levanta-se e repreende as ondas e o vento. Nesse caso podemos também usa a música “Seguro em Suas mãos” do CD “Sou criança, sou feliz”, faixa 17. Ensine as crianças a cantarem a música.
Nos dois casos, o adulto que está coordenando a brincadeira deve incentivar as crianças a interpretarem o papel, como se estivessem na situação dos discípulos. Mudar a entonação da voz nos momentos mais importantes e ir narrando os acontecimentos para que eles consigam entrar na história.



  • 7 a 9:


Segue o e-mail do serviço da seguinte maneira:


 
Bom dia com o Senhor!!!
 
Amado
 
Você está escalada no serviço de crianças 7-9 anos  para este Domingo 2810.2012, estamos enviando em anexo :
 
   9:15hs às 10:30h:   

  Os dez servos e as dez minas Lc 19:11-27 (revisão)
 Dinâmica em grupo: Investimento

 
   10:31h às 11:00h convidamos  todos os irmãos que servem para fazer uso dos dois espaços que temos : a quadra e  a sala multidisciplinar /*sugestões de brincadeiras (ver blog ) *Quando terminar o serviço,  pedimos a  gentileza de guardar os materiais  e deixar limpo o espaço utilizado;
  Os irmãos escalados chegarem  mais cedo para organizar a sala e receber as crianças.
 
  Site do blog: 
 
*O Senhor nos escolheu  para sermos aperfeiçoados no seu amor com encargo, discernimento e sabedoria ;
 
Jesus é o nosso amado Senhor !!!
 
Na comunhão,

irmã Regina 
irmão Deiviton 

Anexo desse e-mail:

Os irmãos têm usado esse livro: 


Dinâmicas Criativas Para o Ensino Bíblico(Débora Ferreira da Costa) da Editora CPAD trás a  Palavra de Deus, o objetivo da palavra, um texto para leitura em grupo e dinâmicas inéditas para serem realizadas com o grupo. É específico para idade de 7-9 anos.



  • 10 a 11:

Agora estamos usando o livro:

Estrelas que brilham. Editora Árvore da Vida.
Dividimos o livro assim, para facilitar a leitura com as crianças:

Lição 1- Estar perto pg.14 e 15
Lição 2 - Palavra, Espírito e Vida pg. 15 a 18
Lição 3 - O Espírito da Realidade, o outro consolador pg. 18 a 23
Lição 4 - Alimento e Vida pg. 23 a 29
Lição 5 - Servo, testemunha e Mártir pg. 37 a 38
Lição 7 - Toda a Bíblia revela Cristo pg. 39 a 41
Lição 8 - Servo pg. 41 a 47
Lição 9 - Testemenha e Mártir. Pg 47 a 49
...

Mas já usamos o livro Crescer de modo Digno - Família e Viver de Modo Digno - 
Segue o link com a postagem que fiz, mostrando como usamos esse livro:


Amados, espero ter ajudado com essa postagem.
Na comunhão, 
Aline Caetano Begossi.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Proposta de Atividade para os livros: Crescer de Modo Digno - Caráter e Crescer de Modo Digno- Família. Autor: Marco A. de Mello.


Propostas elaboradas por Aline Caetano Begossi
Para adquirir os livros clique nos links:

http://www.arvoredavida.org.br/infantojuvenil/crescer-de-modo-digno-familias.html

http://www.arvoredavida.org.br/infantojuvenil/crescer-de-modo-digno-carater.html
Temos dois livros:
  • Crescer de Modo Digno - Caráter.
  • Crescer de modo Digno - Família.
Exemplo lição 1 - 





Cada livro possui 24 lições, o que resulta em 48 lições, ou seja, atividade para no mínimo um ano. 
A faixa etária mais recomendada são as crianças de 9 a 12 anos.

Cada lição contém:

  • ·         um objetivo
  • ·         versículos chaves
  • ·         atividades musicais
  • ·         dicas para os pais e professores.



É um livro de orientação para o professor. Como as crianças dessa idade já conseguem ler a bíblia, sugerimos a cada lição:

  1. A leitura, primeiro individual, depois em grupo, das referências dadas no início da lição. Cada criança deverá trazer a sua Bíblia e um caderninho para anotar.
  2. Depois, em roda, a conversa sobre a história, o sentido dela e a aplicação prática na vida das crianças. O professor é o condutor dessa conversa, que deverá trazer os pontos da seção “Explorar” com as crianças. 
  3. Pedir que as crianças anotem aquilo que mais as impressionou  no dia.
  4. Pedir que eles leiam o que escreveram, pois é uma forma de treinar o compartilhar em grupo.
  5. Tanto no livro Caráter, como no livro Família, pode ser feito um cartaz - quadro, de um material mais resistente, que dure um ano. Após a 12.ª lição, fazer outro cartaz para dar continuidade ao trabalho. Pode-se usar o EVA, por exemplo. Para escrever no EVA, é só utilizar caneta de retro projetor. Cada criança terá a sua vez de marca no quadro os aspectos estudados. Cada criança também poderá ter o seu quadro individual, para ser colado no seu caderno de reuniões e preenchido a cada semana.



Livro Crescer de Modo Digno - Caráter.
Lição nº
Caráter
Referências
Exemplo positivo
Exemplo negativo
Versículo chave
1
Abrangente
Nm 27
 1 Rs 12
Zelofeade
Roboão
E Deus deu a Salomão[...] largueza de coração, como a areia que está na praia do mar. 1Rs 4:29
...
...
...
...
...
...



Livro Crescer de Modo Digno - Família
Lição nº
A família de:
Referências
Aspectos da lição
Aplicação prática hoje:
Versículo chave
1
Abraão
Gn 17:9-14
Rm 2: 25 - 29
Abrão quis ajudar Deus
Perdeu a presença Dele
Teve o nome mudado.
Foi circuncidado

Somos uma família diferente – buscamos o Senhor nas decisões.
Somos separados!
“Eu sou o Deus todo poderoso; anda na minha presença e sê perfeito.”  Gn 17:1b
...
...
...
...
...

...



6. A seção “Dica para pais e professores” pode ser mandada sempre, ao final de cada reunião como um bilhetinho especial aos pais, para infundir neles o encargo com os seus filhos, encorajando-os a servi-los.  


7. Mesmo sendo maiores, crianças dessa idade gostam muito de representar. Aproveite algumas lições para fazer pequenas dramatizações de improviso, de maneira que as crianças possam representar os personagens da história trabalhada.
  • No livro Família pode-se fazer um teatro contemporâneo, aproveitando o tema estudado, mas trazendo para a realidade das famílias de hoje. O texto pode ser escrito coletivamente, com as crianças.
  •   No texto caráter, eles podem escolher um tipo de caráter para representar, por ex. um pode ser o Sr. Adaptável, outra criança pode representar a Senhora Generosa... O texto deve ser pensado pelas crianças e cada ponto do caráter, relembrado com eles.







Dinâmicas a serem trabalhadas com as crianças:

Retiradas do site:


1- Jogos de bilhetes

Participantes: 7 a 20 pessoas Tempo Estimado: 20 minutos. Objetivo: Exercitar a comunicação entre os integrantes e identificar seus fatores.Material: Pedaços de papel com mensagens e fita adesiva.Descrição: Os integrantes devem ser dispostos em um círculo, lado a lado, voltados para o lado de dentro do mesmo. O coordenador deve grudar nas costas de cada integrante um cartão com uma frase diferente. Terminado o processo inicial, os integrantes devem circular pela sala, ler os bilhetes dos colegas e atendê-los, sem dizer o que está escrito no bilhete. Todos devem atender ao maior número possível de bilhetes. Após algum tempo, todos devem voltar a posição original, e cada integrante deve tentar adivinhar o que está escrito em seu bilhete. Então cada integrante deve dizer o que está escrito em suas costas e as razões por que chegou a esta conclusão. Caso não tenha descoberto, os outros integrantes devem auxiliá-lo com dicas. O que facilitou ou dificultou a descoberta das mensagens? Como esta dinâmica se reproduz no cotidiano? Sugestões de bilhetes:- Frases relacionadas com as lições trabalhadas. Por exemplo. “Seja generosa!” “Eu sou carinhoso.” “Estou bravo!”, “Estou...” “Sou...”.

2-  Exercício da qualidade:

Objetivos: conscientizar os membros do grupo para observar as boas qualidades nas outras pessoas; despertar as pessoas para qualidades até então ignoradas por elas mesmas.Tamanho: 30 pessoas.Tempo: 45 minutos. Material: lápis e papel. Descrição: o coordenador inicia dizendo que na vida as pessoas observam não as qualidades mas sim os defeitos dos outros. Nesse instante cada qual terá a oportunidade de realçar uma qualidade do colega. 1. O coordenador distribuirá uma papeleta para todos os participantes. Cada qual deverá escrever nela a qualidade que no seu entender caracteriza seu colega da direita; 2. A papeleta deverá ser completamente anônima, sem nenhuma identificação. Para isso não deve constar nem o nome da pessoa da direita, nem vir assinada; 3. A seguir o coordenador solicita que todos dobrem a papeleta para ser recolhida, embaralhada e redistribuída; 4. Feita a redistribuição começando pela direita do coordenador, um a um lerá em voz alta a qualidade que consta na papeleta, procurando entre os membros do grupo a pessoa que, no entender do leitor, é caracterizada com esta qualidade. Só poderá escolher uma pessoa entre os participantes. 5. Ao caracterizar a pessoa, deverá dizer porque tal qualidade a caracteriza; 6. Pode acontecer que a mesma pessoa do grupo seja apontada mais de uma vez como portadora de qualidades, porém, no final cada qual dirá em público a qualidade que escreveu para a pessoa da direita; 7. Ao término do exercício, o coordenador pede aos participantes depoimentos sobre o mesmo.


3- Evangelho em pedaços:

Essa atividade pode ser feita antes de qualquer explicação prévia sobre a lição.
Participantes: 10 a 15 pessoas. Tempo Estimado: 30 minutos. Modalidade: Leitura da Bíblia e Debate. Objetivo: Estimular a procura e compreensão de passagens da Bíblia. Material: Papéis com pequenos trechos da Bíblia (partes de passagens relacionadas à lição) com indicação do livro, capítulo e versículos. Descrição: Cada integrante recebe um trecho da Bíblia e procura compreendê-lo. Para melhorar a compreensão do trecho, deve consultar a passagem completa na Bíblia. Em seguida, os integrantes devem ler o seu trecho e comentá-lo para o grupo. Ao final, é aberto o debato sobre os trechos selecionados e as mensagens por eles transmitidas.

4- Dinâmica da Caixa de Bombons

Esta dinâmica pode ser aplicada com crianças, adultos ou adolescentes, sem que se altere o conteúdo moral implícito em sua mensagem. Abaixo damos o exemplo com 14 adjetivos podendo ser acrescentado ou diminuído conforme o número de participantes. Você poderá usar os aspectos dos livro caráter para montar tal dinâmica.
Material e desenvolvimento: um presente numa caixa bem bonita, enfeitada contendo a quantidade de bombons igual ao número de participantes. A caixa será sorteada entre os presentes e o ganhador ouvira e seguirá as instruções da seguinte mensagem:

01 – Muito bem, você foi o sorteado com este presente. Ele simboliza a compreensão, a confraternização e a amizade entre nós. Mas o presente não será seu, observe os amigos e aquele que considerar mais organizado será o ganhador(a) dele.
02 – A organização é algo de grande valor e você como possuidor dessa virtude, irá levantar-se para entregar este presente ao amigo que você achar mais feliz.
03 – Você é feliz, construa sempre a sua felicidade em bases sólidas. A felicidade, não depende dos outros, mas de nós mesmos, mas o presente ainda não será seu, entregue-o para uma pessoa que na sua opinião é muito meiga.
04 – A meiguice é algo muito raro e você a possui, parabéns, mas o presente ainda não será seu, e você com jeito amigo não vai fazer questão de entregá-lo a quem você acha mais extrovertido.
05 – Por ter esse jeito tão extrovertido é que você está sendo escolhido para receber este presente, mas infelizmente ele não é seu, passe-o para quem você considera muito corajoso.
06 – Você foi contemplado com este presente e agora demonstrando a virtude da coragem pela qual você foi escolhido para recebê-lo, entregue-o para quem você acha mais inteligente.
07 – A inteligência nos foi dada por Deus, parabéns por ter encontrado espaço para demonstrar este talento. Agora passe o presente para quem você acha mais simpático.

5- Garrafa dos elogios


Tema: "A boa palavra o alegra" Pv 12.24b.

Duração: 10min.

Público: adolescentes, mínimo 5 pessoas.

Material: Uma garrafa vazia (pode ser de refrigerante).

O grupo deve sentar, formando um círculo.O coordenador coloca a garrafa deitada no chão no centro da sala e a faz girar rapidamente, quando ela parar estará apontando o gargalo para alguém. O coordenador dirá uma palavra de encorajamento, estímulo ou elogio à essa pessoa.A pessoa indicada pela garrafa terá então a tarefa de girá-la e falar palavras de encorajamento para quem ela apontar e assim sucessivamente.
Textos para trabalhar após este exercício: 1 Pe 4:10,11; Ef 4:29,30; Pv 12:25.


6- Amar ao Próximo

Tema: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Duração: 20 a 30 minutos

Público: adolescentes; mínimo 6 participantes.

Material: lápis e papel

Divida a turma em grupos ou times opostos.Sugira preparar uma gincana ou concurso, em que cada grupo vai pensar em 5 perguntas e 1 tarefa para o outro grupo executar.
Deixe cerca de 15 minutos, para que cada grupo prepare as perguntas e tarefas para o outro grupo.Após este tempo, veja se todos terminaram e diga que na verdade, as tarefas e perguntas serão executadas pelo mesmo grupo que as preparou.Observe as reações. Peça que formem um círculo e proponha que conversem sobre:Se você soubesse que o seu próprio grupo responderia às perguntas, as teria feito mais fáceis?E a tarefa? Vocês dedicaram tempo a escolher a mais difícil de realizar?Como isso se parece ou difere do mandamento de Jesus? "Amarás ao teu próximo como a ti mesmo", MT 23.39
Como nos comportamos no nosso dia a dia? Queremos que os outros executem as tarefas difíceis ou procuramos ajudá-los? Encerre com uma oração.